fly


terça-feira, 10 de janeiro de 2017

manhãs
também as manhãs são esperas,
desejos, sonhos
também as manhãs são teus olhos,
mar, rio, deserto
são brisas as lembranças
paisagens refeitas
sussurros contidos
também as manhãs são noites em saudades
são estrelas, luas em desalinho
são continentes, sóis que se despedem
também as manhãs são
és,
sou,
somos
Margarida Di

sábado, 31 de dezembro de 2016



Talvez o Amor
Música de John Denver
Talvez o amor seja como um lugar de descanso, 
um abrigo da tempestade
Ele existe para te dar conforto, 
ele está lá para te manter aquecido
E nas horas de turbulência, quando mais você está sozinho
A lembrança de um amor te levará para casa
Talvez o amor seja como uma janela, talvez uma porta aberta
Ele te convida a chegar mais perto, ele quer te mostrar mais
E mesmo que você se perca, e não saiba o que fazer
A lembrança de um amor fará você superar tudo
Oh, o amor para alguns é como uma nuvem, para outros, tão forte quanto o aço
Para alguns um modo de vida, para outros uma forma de sentir
E alguns dizem que o amor é se agarrar, e outros dizem que é deixar ir
E alguns dizem que o amor é tudo, outros dizem que não sabem
Talvez o amor seja como o oceano, cheio de conflitos, cheio de dor
Como uma lareira quando faz frio lá fora, como o trovão quando chove
E se eu vivesse para sempre, e todos os meus sonhos fossem realizados
Minhas lembranças de amor seriam de você
E alguns dizem que o amor é se agarrar, e outros dizem que é deixar ir
E alguns dizem que o amor é tudo, outros dizem que não sabem
Talvez o amor seja como o oceano, cheio de conflitos, cheio de dor
Como uma lareira quando faz frio lá fora, como o trovão quando chove
E se eu vivesse para sempre, e todos os meus sonhos fossem realizados
Minhas lembranças de amor seriam de você”